Avanço da leitura:

Drive-In Automatizado vs. Convencional: Descubra as Diferenças!

por | 18 jan, 2024 | Armazenagem

Drive-In Automatizado vs. Convencional - Diferenças

O sistema de armazenagem do tipo Drive-In se destaca por sua capacidade de armazenar grandes volumes de pallets, proporcionando uma armazenagem de alta densidade. No entanto, ao escolher o modelo mais indicado para sua operação, é preciso considerar a melhor opção, entre: o Drive-In Convencional e o Drive-In Automatizado.

Ambos oferecem vantagens significativas em termos de otimização de espaço e eficiência operacional, mas com características e benefícios distintos.

No cenário logístico atual, os gestores de armazéns enfrentam o desafio constante de maximizar a utilização do espaço disponível, mantendo, simultaneamente, um alto desempenho operacional. Esta tarefa torna-se ainda mais complexa quando consideramos a necessidade de garantir segurança, controle preciso e acuracidade nos níveis de inventário e estoque.

Neste contexto, a escolha do sistema de armazenagem adequado é crucial.

O Drive-In Convencional é conhecido por sua simplicidade e eficácia em armazenar grandes quantidades de produtos homogêneos. Por outro lado, o Drive-In Automatizado eleva essa eficiência a um novo patamar, incorporando tecnologias avançadas para automatização de processos.

Este artigo tem como objetivo realizar uma comparação detalhada entre estas duas soluções, destacando suas vantagens e desvantagens, a fim de auxiliar os gestores de armazéns na escolha da melhor opção para a realidade operacional de suas instalações.

Configuração dos sistemas

Configuração do Drive-In Convencional

No sistema Drive-In Convencional, a estrutura é composta por várias ruas verticais, com cada rua formando uma série de canais de armazenagem horizontais. Estes canais são as posições onde os pallets são armazenados, um a frente do outro. O acesso a esses canais é feito por empilhadeiras que entram nas ruas para depositar ou retirar os pallets.

Ilustração do sistema Drive-In Convencional
Ilustração do sistema Drive-In Convencional

Características principais:

  • Ruas Verticais: Funcionam como corredores onde as empilhadeiras transitam para acessar os canais de armazenagem.
  • Canais de Armazenagem: São espaços dentro de cada rua, projetados para armazenar pallets em profundidade.
  • Manuseio de Pallets: Realizado por empilhadeiras, que entram nos canais para colocar ou retirar os pallets.

Configuração do Drive-In Automatizado

No Drive-In Automatizado, a estrutura também se divide em ruas e canais. No entanto, a grande diferença está no uso do Carro Shuttle para o manuseio dos pallets pelos canais de armazenagem.

Ilustração do sistema Drive-In Automatizado
Ilustração do sistema Drive-In Automatizado

Características principais:

  • Ruas Verticais: Semelhantes às do sistema convencional, mas otimizadas para acomodar equipamentos automatizados.
  • Canais de Armazenagem: Projetados para integrar-se com sistemas de movimentação automatizados.
  • Manuseio de Pallets: Realizado por um ou mais Carros Shuttle, que movimentam os pallets dentro dos canais, eliminando a necessidade de empilhadeiras dentro das ruas.

Comparativo de Configurações

  • Espaço de armazenagem: Ambos os sistemas maximizam o uso do espaço vertical e horizontal, mas o sistema automatizado pode oferecer uma densidade de armazenamento ainda maior devido à precisão e ao controle do Carro Shuttle.
  • Acesso aos pallets: No Drive-In convencional, o acesso direto a cada pallet é limitado e segue o princípio LIFO (Last In, First Out), para operações FIFO (First In, First Out) a configuração da estrutura é alterada para o modelo Drive-Thru. Já no sistema Drive-In Automatizado, há uma maior flexibilidade e eficiência na movimentação de pallets específicos.
  • Velocidade de operação: A automatização proporciona uma velocidade de operação e uma precisão significativamente maiores em comparação com o sistema convencional.

Drive-In Automatizado X Drive-In Convencional

Na logística moderna, a eficiência no armazenamento é um fator crítico para o sucesso operacional. Neste contexto, compreender as vantagens do Drive-In Automatizado frente ao sistema Drive-In Convencional é essencial.

Vejamos as principais comparações operacionais:

Adensamento do armazém

Um dos principais benefícios do sistema Drive-In Automatizado com Carro Shuttle é sua capacidade de adensamento.

Esta tecnologia permite o manuseio de blocos superadensados, alcançando profundidades impressionantes – como a acomodação de uma carreta inteira de pallets, algo impensável no sistema Drive-In tradicional, onde a profundidade máxima recomendada não ultrapassa seis pallets.

A razão para esta limitação no Drive-In Convencional reside na necessidade de o operador de empilhadeira entrar na estrutura com a carga suspensa, uma prática que o Carro Shuttle elimina, resultando em operações mais rápidas e seguras.

Seletividade dos pallets

Outra vantagem significativa do Drive-In Automatizado é a seletividade. Enquanto no sistema convencional, cada Rua é um endereço, no sistema automatizado, com o Carro Shuttle, cada canal se torna um endereço individual.

Isso não só aumenta a seletividade, como também eleva significativamente a taxa de ocupação dos endereços, otimizando o espaço e facilitando a gestão de inventário.

Economia de mão de obra

No quesito economia de mão de obra, o Drive-In Automatizado se sobressai, especialmente em blocados com profundidade acima de três pallets.

Utilizando o Carro Shuttle, o pallet se desloca pela estrutura em uma velocidade de 35 m/min, enquanto no sistema Drive-In Convencional, a velocidade é aproximadamente a metade. Além disso, enquanto o pallet está em movimento no sistema Shuttle, o operador de empilhadeira pode, simultaneamente, gerenciar outro pallet.

Este paralelismo de ações resulta em uma economia significativa de mão de obra, principalmente em ambientes frigorificados, onde reduz o tempo necessário para o operador permanecer na câmara fria.

Operacionalidade

No aspecto operacional, tanto o Drive-In Automatizado, quanto o Drive-In Convencional podem operar no modelo LIFO e FIFO, basta que o modelo convencional seja do tipo Drive-Thru. No entanto, o Carro Shuttle oferece muito mais agilidade, dinamismo e segurança para ambas as operações.

Mitigação do efeito colmeia

O efeito colmeia, comum em estruturas tipo Drive-In, ocorre quando os corredores não são completamente esvaziados antes da chegada de um novo SKU, resultando em perda de capacidade real de armazenamento.

Isso acontece porque, no Drive-In Convencional, um único SKU ocupa todas os canais de armazenagem da rua onde está alocado. Assim, só é possível armazenar um novo SKU quando todos os pallets do SKU anterior forem retirados, esvaziando toda a rua.

Ilustração comparativa do Efeito Colmeia no sistema Drive-In Convencional
Ilustração comparativa do Efeito Colmeia no sistema Drive-In Convencional

No Drive-In Automatizado, devido à maior seletividade e adensamento, é possível mitigar esse efeito. Com o Carro Shuttle é possível mover todos os pallets de um único canal, sem precisar mover os pallets dos demais canais. Ou seja, cada canal de armazenagem pode ser usado para o endereçamento de um SKU diferente.

Segurança

Em termos de segurança, o sistema Drive-In Automatizado oferece vantagens claras.

Como o operador não precisa alocar cada pallet manualmente, reduzem-se os riscos de acidentes relacionados ao mau posicionamento de carga ou sobrecarga na estrutura. Além disso, a ausência da necessidade de movimentação das empilhadeiras dentro da estrutura, diminui as chances de colisões com as colunas e demais componentes.

Conclusão

A comparação entre o Drive-In Automatizado e o sistema Drive-In Convencional destaca a superioridade do primeiro em termos de adensamento, seletividade, economia de mão de obra, operacionalidade, mitigação do efeito colmeia e segurança.

Enquanto o Drive-In Convencional ainda pode ser adequado para operações com baixa rotatividade e menor profundidade, a tecnologia Shuttle oferece uma solução mais robusta, segura e eficiente para as necessidades logísticas modernas.

A implementação do Carro Shuttle representa um avanço significativo na otimização de armazéns, alinhando-se às exigências de um mercado cada vez mais dinâmico e exigente, onde a eficiência e a segurança são prioritárias.

Para empresas buscando melhorar suas operações de armazenagem, a escolha entre o Drive-In Automatizado e modelo convencional deve ser tomada com base nas necessidades específicas de cada operação, considerando sempre os aspectos de volume, frequência de movimentação dos itens armazenados e a necessidade de rapidez no armazém.

É crucial, também, considerar o investimento inicial e os custos operacionais associados a cada sistema.

Embora o Drive-In com Carro Shuttle possa requerer um investimento inicial mais alto devido à sua tecnologia avançada, os benefícios em termos de eficiência operacional e economia de mão de obra frequentemente compensam esse custo a longo prazo.

Além disso, a redução dos riscos de acidentes e danos aos produtos ou estruturas de armazenamento representa uma economia significativa, evitando perdas e garantindo uma maior longevidade das instalações.

Por outro lado, em cenários onde o volume de itens é menor, a rotatividade é baixa e a complexidade operacional é reduzida, o sistema Drive-In Convencional pode ser uma opção mais viável.

Este sistema é tradicionalmente reconhecido pela sua simplicidade e baixo custo de implementação. Contudo, é importante notar que, mesmo em operações menores, a demanda por eficiência e segurança nunca deve ser subestimada.

Adicionalmente, a escolha, entre estas duas soluções, deve levar em conta a evolução futura do negócio. Em um mercado que evolui rapidamente, flexibilidade e capacidade de adaptação são fundamentais.

O Drive-In Automatizado oferece maior escalabilidade, adaptando-se facilmente a aumentos de volume e mudanças nas demandas de armazenamento.

Em suma, enquanto o Drive-In Convencional se mantém como uma opção sólida para certas operações de armazenamento, o modelo automatizado emerge como uma solução inovadora e eficiente, especialmente adequada para enfrentar os desafios logísticos atuais.

Para saber mais sobre o Carro Shuttle, clique abaixo e confira a solução da Engesystems com a tecnologia do Autosat, em parceria com a Automha, empresa pioneira no desenvolvimento de soluções de automação de armazéns.

Drive-In Automatizado - Carro Shuttle - Engesystems
E-book - Como Otimizar o Espaço do Armazém

Inscreva-se para receber nosso melhor conteúdo em sua caixa de entrada

Artigos relacionados

Share This