Avanço da leitura:

Unitização de Carga: Guia completo para a otimização logística

por | 25 jan, 2024 | Logística

Unitização de Carga

A logística é um setor em constante evolução, e a unitização de carga desempenha um papel fundamental nesse cenário.

Neste artigo, exploraremos o conceito de unitização de carga, como ela funciona, e os tipos e processos mais utilizados. O objetivo é fornecer insights valiosos para profissionais de logística que buscam otimizar operações de armazenamento e transporte.

O que é unitização de carga?

Unitização de carga refere-se ao processo de agrupar mercadorias em uma única unidade de carga para facilitar o manuseio, o transporte e o armazenamento. Esse conceito é crucial para a eficiência logística, pois permite maior controle sobre as mercadorias, reduzindo o risco de danos e perdas, além de otimizar espaço e tempo durante o transporte e armazenamento.

Nas operações de armazenagem, a unitização de carga é utilizada para otimizar o uso do espaço e garantir a organização e segurança das mercadorias no armazém. Facilitando o armazenamento em prateleiras ou empilhamento, maximizando o uso vertical e horizontal do espaço disponível no armazém.

Além disso, a unitização protege os produtos contra danos, reduzindo a exposição a fatores ambientais adversos e manipulação excessiva. Outro ponto chave é a melhoria na eficiência do inventário, pois as unidades unitizadas podem ser mais facilmente rastreadas e contabilizadas, simplificando processos como picking, controle de estoque e auditorias.

Na fase de expedição, a unitização de carga ajuda a garantir que as mercadorias sejam transportadas de forma segura e eficiente.

Ao agrupar produtos em unidades maiores e mais estáveis, a unitização facilita o carregamento rápido e seguro em veículos de transporte. Isso não apenas economiza tempo durante o processo de carregamento e descarregamento, mas também minimiza o risco de danos durante o trânsito.

No transporte, a unitização permite uma melhor organização das cargas dentro dos veículos, otimizando o espaço e assegurando que as mercadorias sejam entregues em bom estado. Em cenários de transporte multimodal, a unitização em contêineres é especialmente importante, permitindo a transferência eficiente de cargas entre diferentes modos de transporte (como navio, trem e caminhão) sem a necessidade de desunitização.

Em resumo, a unitização de carga desempenha um papel fundamental tanto na armazenagem quanto na expedição, contribuindo significativamente para a eficiência, segurança e gerenciamento eficaz das operações logísticas.

Benefícios da unitização

  • Eficiência no manuseio: A unitização simplifica o manuseio das cargas, possibilitando o uso de equipamentos como empilhadeiras e esteiras rolantes.
  • Otimização de espaço: Ao agrupar mercadorias, a unitização promove um uso mais eficiente do espaço em armazéns e meios de transporte.
  • Redução de danos: A unitização protege a mercadoria durante o transporte, diminuindo o risco de danos.
  • Melhor controle de inventário: Facilita o controle de estoque, já que as cargas são movimentadas e armazenadas como uma única unidade.

Como funciona a unitização de carga?

O processo de unitização envolve várias etapas, desde a seleção das mercadorias até a formação da unidade de carga. Essencialmente, o processo inicia com a identificação dos itens a serem agrupados, seguido pela escolha do método e materiais de unitização mais apropriados, considerando o tipo de mercadoria, destino e meio de transporte.

Equipamentos utilizados

  • Paletes: Os pallets são utilizados como uma base estrutural para a unitização de cargas. Os tipos mais comuns de pallets incluem os de madeira, plástico e aço. Pallets de madeira são amplamente utilizados devido ao seu baixo custo e versatilidade, enquanto os de plástico oferecem durabilidade e resistência a condições climáticas adversas, sendo ideais para cargas mais leves. Por outro lado, pallets de aço são preferidos para cargas pesadas e para situações em que a durabilidade e alta resistência são cruciais.
  • Racks Metálicos: Os racks metálicos são essenciais no processo de agrupamento e unitização de cargas, especialmente para reunir múltiplas unidades de dimensões pequenas ou não uniformes. Podem ser encontrados em modelos de Racks Modulares, Racks Aramados e Contentores.
  • Filme Stretch e Fitas de Amarração: Materiais usados para fixar as cargas aos paletes e garantir sua estabilidade.

Tipos e processos de unitização de carga

Todo gestor de logística, sabe que, para ter uma operação realmente eficiente, é preciso contar com processos bem estabelecidos e documentados. Especificamente no contexto da unitização de carga, ter um processo claramente é essencial para assegurar um controle rigoroso e uma gestão eficiente.

A unitização, requer uma abordagem sistemática para maximizar a eficiência operacional e minimizar os riscos associados ao manuseio e transporte de produtos.

A implementação de processos padronizados não apenas otimiza a operação, mas também contribui para a segurança, redução de desperdícios e melhoria contínua. A seguir, apresentamos os tipos e processos de unitização de carga comuns e avançados. Confira:

Tipos comuns de unitização

Paletização:

Este é um dos métodos mais comuns de unitização. Envolve a colocação de mercadorias em paletes, facilitando o manuseio e o transporte. Os modelos de pallet utilizados são definidos com base no tipo de carga, peso e requisitos de transporte. Este método é amplamente utilizado devido à sua simplicidade e eficiência.

Conteinerização:

Utiliza-se principalmente para o transporte de cargas em longas distâncias, incluindo transporte intermodal (combinando navios, trens e caminhões). Os contêineres protegem as mercadorias de elementos externos e facilitam a transferência rápida de cargas entre diferentes modos de transporte.

Engradados e Caixas:

Este método é ideal para mercadorias menores ou de formato irregular. Engradados e caixas proporcionam proteção adicional às mercadorias e podem ser customizados para atender às especificações exatas das cargas.

Processos avançados de unitização

Unitização automatizada:

Com o avanço da tecnologia na logística, a unitização automatizada está se tornando cada vez mais prevalente.

Este processo utiliza equipamentos automatizados, como robôs de paletização e sistemas de embalagem automatizados, para melhorar a eficiência e a precisão na unitização de cargas. Além de reduzir a necessidade de intervenção manual, diminui o risco de erros e acelera o processo global.

Customização de unitização:

Dada a diversidade de mercadorias transportadas, a unitização personalizada torna-se crucial para atender a necessidades específicas. Isso pode incluir a criação de pallets de tamanhos especiais, a utilização de materiais de embalagem específicos ou o desenvolvimento de racks metálicos especiais para acomodar cargas de formas únicas.

Esse processo é orientado pelas especificidades do produto ou pelas exigências do cliente, garantindo que a mercadoria chegue ao seu destino em perfeitas condições.

Conclusão

Ao entender e aplicar efetivamente os princípios da unitização de carga, as empresas podem otimizar suas operações de armazenamento e transporte, garantindo maior eficiência, segurança e economia.

Este artigo buscou proporcionar uma visão abrangente sobre essa atividade, desde sua definição até os processos e tipos mais utilizados. Esperamos que estas informações tenham sido úteis para você, contribuindo para a melhoria das suas operações logísticas.

Se quiser ter acesso a mais conteúdos como este e ampliar seus conhecimentos sobre técnicas, melhores práticas e estratégias de armazenagem, assine nossa newsletter para receber nossos conteúdos diretamente no seu e-mail. Assine agora!

E-book - Como Otimizar o Espaço do Armazém

Inscreva-se para receber nosso melhor conteúdo em sua caixa de entrada

Artigos relacionados

Share This